ORÇAMENTO: COMO NÃO SE ENDIVIDAR COM O CARTÃO DE CRÉDITO?

24/06/2022 09:00

Imagem interna

O cartão de crédito pode ser um ótimo aliado na hora do aperto. Afinal, quando precisamos comprar algo e não temos o dinheiro, o cartão aparece como uma alternativa.

Infelizmente, se não usado com inteligência, o cartão pode se tornar um vilão para as finanças de qualquer pessoa. Pensando nisso, vamos dar algumas dicas de como usá-lo e evitar a inadimplência. Acompanhe.  

Defina quanto pode ser gasto

O primeiro passo é analisar suas finanças e definir quanto pode ser gasto, por mês, com o cartão de crédito. Baseie-se no quanto você recebe e quanto poderá ser direcionado para o pagamento  de fatura.  

 

Trave o limite

Depois de definir quanto pode ser gasto, procure travar o limite do cartão. Algumas pessoas têm dificuldades para seguir o teto de gastos e uma forma de burlar isso é travando o limite.

Se você estipulou R$ 500 de gastos, permita que seu cartão tenha apenas isso de limite para ser utilizado. Assim fica mais fácil se controlar na hora de passar o cartão.

Não compre por impulso

Ao visitarmos uma loja é normal ter vontade de comprar ao ver uma promoção ou uma oferta tentadora. Mas antes de passar o cartão, analise de você realmente precisa do que está sendo oferecido. As compras por impulso podem ser grandes vilãs nas faturas de cartão de crédito.

Evite o rotativo

O pagamento mínimo é um dos grandes culpados na hora do cliente se endividar com o carão de crédito.  Caso sua fatura esteja alta, procure analisar qual a melhor alternativa: pagar o mínimo ou parcelar a fatura. Verifique as taxas de juros e custo efetivo total de cada opção antes de definir.  

Ao parcelar, não use o cartão

Alguns cartões permitem que o cliente continue usando mesmo quando estão em fase de parcelamento. Isso é um grande erro, pois só aumenta o risco de continuar se endividando. Ao parcelar a fatura, bloqueie o cartão para uso, pelo menos enquanto a dívida não for finalizada.    

 

FinanZero.

Por Bartira Araújo